Posts

O autoconhecimento e Florais de Bach

Olá, como estão todos!!

Hoje conversaremos sobre o Autoconhecimento e Florais de Bach, que acham?

Iniciando pelo autoconhecimento… que seria?

Na verdade, autoconhecimento, ou conhecimento de si, e pode ser analisado  através de dois ponto de vista, o ético e como objeto de investigação.

Quando falamos sobre o ponto de vista objeto de investigação, o mesmo é visto como uma coisa simples, ele é a essência de cada ser humano em sua individualidade. Já, do ponto de vista ético ele é o estado que alguém que se encontra para posteriormente ter a oportunidade de ser mestre de si mesmo.

Profundo, não? Podemos concluir que pelo ponto de vista ético, a pessoa se conhece bem melhor, podendo usar esse conhecimento sobre si mesmo com o objetivo de ser um ser humano melhor em todos os aspectos, seja profissional, social, familiar, entre outros. Mas você deve ter percebido, que os dois pontos se cruzam e se completam ao mesmo tempo, sendo, um apenas uma resposta fixa e o outro um resultado de análise mais aprofundada.

E os florais, onde entram?? Os florais são ótimas ferramentas no processo de autoconhecimento e desenvolvimento interior e também ferramentas fantásticas e muito eficientes, que podem ser usados no tratamento complementar de problemas emocionais, doenças crônicas, agudas, entre tantas outras.

Concluímos que além de  sanarem problemas pontuais, os florais são ferramentas maravilhosas quando o assunto é aprendizado e desenvolvimento humano/espiritual. Essas pequenas essências ajudam no processo de descoberta interior, abrindo nossa mente, nossos olhos e nosso espírito para novas percepções e sensações.

Os florais trabalham nossas energias através de vibração gradativa e sutil, fortalecendo nossas emoções e nossa consciência.

Uma dica, conheça um pouco mais deste universo, principalmente se seu objetivo é aprender, perceber-se mais e fortalecer suas reações.

“Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses.” – Sócrates

Bom,agora procure um profissional responsável e habilitado para iniciar tratamento do descobrir-se.

Mantenha-se em equilíbrio!!

Autoria: Andrea Shima

Fonte: Andrea Shima Acupuntura

Acupuntura e Florais: Saúde Física e Emocional

“Não existe cura autêntica, a menos que exista uma mudança de perspectiva, uma serenidade mental e uma felicidade interna”. Edward Bach

Muitos possuem a curiosidade em saber como são realizados os dois tratamentos alternativos citados acima, hoje irei explicar um pouco sobre eles…

Vamos começar pelos florais. A Terapia Floral é um tratamento complementar que atua sobre o estado emocional e forma um sistema terapêutico que têm por objetivo tratar o paciente de acordo com sua condição física e emocional.

As Essências Florais são fórmulas elaboradas de acordo com o histórico de cada paciente e pode ser também um complemento ao tratamento de Acupuntura, possibilitando maior segurança e equilíbrio vital. Ressalto que o tratamento pode ser feito com as terapias em conjunto ou separadamente. Todas tem duração de uma hora, porém a Sessão de Acupuntura, na maioria das vezes, é realizada semanalmente e a Terapia Floral mensalmente.

O que podemos trabalhar  nos tratamentos complementares?

Vários sintomas que incomodam, atrapalham nosso dia-a-dia, tais como insônia, cansaço, angústia, irritabilidade, tristeza, medo, falta de concentração e persistência, preocupação, indecisão, ansiedade, dores de cabeça, cólicas menstruais, dores musculares e articulares, dores crônicas e agudas, problemas respiratórios, digestivos, endócrinos, distúrbios menstruais, náuseas e vômitos, gravidez, desequilíbrios no sistema imune, hipertensão arterial, gastrite, esofagite, refluxo, úlcera, hiper e hipotireoidismo, doenças de pele, entre muitos outros.

Acupuntura é um ramo da Medicina Tradicional Chinesa e de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) é um tratamento complementar. A consulta consiste em uma análise completa e aborda questões que vão desde sua queixa principal a hábitos rotineiros como alimentação (dieta, preferências alimentares, alergias, intolerâncias, disfunções), hábitos intestinais, urinários, problemas de saúde física e emocional, características de pulso, olhos, língua, pele, humor, cabelos, voz, respiração e preferências sobre estações e clima.

A sessão é realizada utilizando-se por finas agulhas em pontos específicos para o estímulo de nervos, músculos e tecidos do corpo que irão impulsionar o organismo a produzir substâncias anti-inflamatórias, analgésicas e antidepressivas.

Já a  terapia com Essências Florais, utiliza a forma tradicional que é o uso via oral.

Não esqueça….procure um profissional responsável e habilitado para realizar acupuntura e terapia floral.

Mantenha-se em equilíbrio!!

Autoria: Andrea Shima

Fonte: Andrea Shima Acupuntura

 

Florais para Animais – Uma maneira natural de cuidar do seu bichinho

É sabido que a cada dia que passa nossos animaizinhos de estimação fazem mais parte da família e estão mais próximos de nós. Essa ligação faz com que eles percebam nossos sentimentos e, muitas vezes, acabem absorvendo. A partir disso nossos bichinhos acabam desenvolvendo algumas doenças que são típicas dos humanos, como estresse, depressão e ansiedade. Essas condições somadas a nossa ausência temporária e a falta da prática de exercícios podem gerar consequências para a saúde do animalzinho.

Você sabia que para evitar problemas maiores e tratar o bichinho de forma menos invasiva, foram criados os florais para eles?

É sabido atualmente que os bichanos possuem sentimentos e inteligência,  sendo assim a área veterinária se modernizou e se ramificou em várias outras áreas, como a psicologia e a terapia animal. Para lidar com os diversos problemas de estresse ou mudança de comportamento dos animaizinhos, vários tratamentos alternativos e naturais foram criados. Entre eles está o tratamento com essências florais.

Os tipos de florais  para os bichanos são variados, e cada um trata um tipo de problema ou personalidade diferente, pois, é sabido que há raças diferentes de cães e gatos e que possuem traços diferentes nas suas personalidades. Algumas raças tem tendência de desenvolver depressão, e o tratamento com florais pode ajudar a evitar esses problemas ou até servir como um tratamento auxiliar ao médico.

É bom lembrar que todo tratamento com florais para animais deve ser feito depois da consulta com um veterinário, pois ele não substitui os tratamentos com remédios e com profissionais de comportamento canino. O tratamento serve como um adicional – ou seja, é um tratamento complementar.

Como saber se o animal precisa tomar floral?

O mesmo é indicado nos casos em que o animalzinho de estimação apresenta algum distúrbio de comportamento, sendo esse emocional (mudança de casa, chegada de outro animal ou bebê na família, falta de passeios) ou devido a sua própria personalidade, sendo ela agressiva, possessiva, destruidora, medroso, entre outros. Os sintomas comuns que estão relacionados a esses distúrbios são:  impaciência, agressividade, estresse, medo, depressão, possessividade, ciúmes, comportamento destruidor, fazer necessidades fisiológicas fora do local para chamar a atenção e comportamentos que fogem da rotina e do temperamento do seu animalzinho.

As essências de florais para animais são manipuladas e feitas de acordo com as necessidades do cão ou do gato, então é importante que o profissional possa observar e compreender qual é o problema e qual o possível tratamento. Por isso, às vezes esses tratamentos levam um tempo para dar resultado, é só preciso paciência.

Informo que os florais não geram efeitos colaterais nem reações alérgicas nos bichanos uma vez que usam essências de flores extraídas de plantas, ou seja, composições essas de origem natural. Apesar disso, o dono deve acompanhar sempre de perto o tratamento, afinal eles são como filhos e o momento da recuperação é de extrema importância para a convivência.

Bom! Espero que tenha ajudado você a tirar algumas dúvidas, agora procure um profissional responsável e habilitado para iniciar tratamento do seu bichano.

Mantenha-se em equilíbrio!!

Autoria: Andrea Shima

Fonte: Andrea Shima Acupuntura