Posts

Acupuntura no tratamento da Dor Ciática

A dor ciática (ciatalgia) tem sido algo bastante comum atualmente. Na verdade, a ciatalgia é mais um sintoma do que uma patologia propriamente dita.

A dor ciática pode ser causada pela compressão, inflamação ou irritação de uma ou mais raízes nervosas que nascem na medula espinhal e vão formar o nervo ciático (ou isquiático). Para conhecimento, o nervo ciático é o maior nervo do corpo, começando na 4ª vértebra da coluna lombar e estendendo-se pela face posterior do quadril, desce por trás da coxa e do joelho de cada perna até alcançar o dedo maior do pé (hálux).

As causas de compressão desse nervo podem ser hérnias de disco, traumas, tumores, osteoartrite, desgaste de estruturas da coluna, deslizamento de vértebras devido a fraturas por pressão. Cito alguns sintomas que podem ou não ocorrer ao mesmo tempo: dor que começa na coluna lombar e irradia para a parte posterior da coxa e da perna (a dor pode irradiar também para a lateral da perna); aumento de dor na perna ao tossir, espirrar ou com estiramento da coluna; diminuição da força muscular; perda de sensibilidade na região afetada; aumento da dor ao elevar o membro inferior na posição deitada, claro que poderá variar de pessoa para pessoa e geralmente, pioram à noite.

Os tratamentos convencionais quando o paciente está em crise aguda são baseados em anti-inflamatórios e analgésicos e na correção das causas da compressão do nervo. Além disso, a fisioterapia e a acupuntura auxiliam no alívio da dor. A atividade física também é importante tanto para aliviar as dores quanto para prevenir novas crises, mas deve ser realizada de acordo com as limitações de cada paciente, com um profissional qualificado para tal.

Na acupuntura os resultados para a dor ciática tem sido excelentes. De acordo com a MTC, a dor ciática pode afetar a Bexiga e a Vesícula Biliar (canais onde circulam a energia do corpo). Fatores externos (como frio, vento e umidade) causam a obstrução desses órgãos, prejudicando a circulação de energia e sangue. A estagnação (parada) de energia e sangue pode ser agravada por traumatismos, como quedas e torções. Se o quadro se tornar crônico pode haver uma deficiência de nutrição no local, gerando também fraqueza muscular e até mesmo atrofia. O ideal é procurar o diagnóstico e o tratamento logo que as dores aparecerem para que não chegue a esse quadro.

Na anamnese (avaliação do paciente) é determinado o diagnóstico energético e equilibramos o fluxo de energia, e, removendo as estagnações, as dores melhoram. Poderá ser utilizado também de eletroestimulação, aurículoterapia, moxabustão. Reforço que de acordo com cada caso é traçado um tratamento específico.

Se você desconfia que possa ter algum tipo de compressão ou inflamação no nervo ciático, procure um médico para fazer o diagnóstico e começar a tratar o mais rápido possível!

Que acha de conhecer melhor o tratamento??

Venha agende uma consulta, independente oriento que procure um profissional responsável e habilitado para iniciar tratamento do descobrir-se.

Mantenha-se em equilíbrio!! #descobrirseé

Autoria: Andrea Shima

Fonte: Andrea Shima Acupuntura